Home
Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores
 

HUMILDADE AO VIVO: Pe. Adimilson Carreira

Nos dias atuais, a corrida para o poder, desejo de se sobressair e vaidade são atitudes tão constantes diante dos nossos olhos que parecem normais. Há uma grande necessidade de exemplos autênticos de humildade em meio à sociedade. Exemplos assim exigem coragem, pois viver em meio às mazelas deste mundo e postar-se com modéstia, considerando todos num mesmo nível, agir sem arrogância ou prepotência, independente do cargo ou função que exerça.
Cajuru é uma cidade abençoada, pois há dezessete anos tem diante dos olhos de todos um verdadeiro exemplo de atitudes positivas, simples, modestas, mas firmes e coerentes. Pe. Adimilson Carreira é assim, no comando da Paróquia São Bento de Cajuru, conduz o rebanho ensinando pela palavra e pela prática. E mais, pela regra de São Bento: “orar e trabalhar”.
A humildade é qualidade que exige ação e reconhecimento de quanto somos dependentes de Deus, o quanto necessitamos de Seu apoio, é saber buscar forças Nele, assim como Jesus ensina não buscar Sua própria vontade, mas a do Pai que o enviou.
Porém, nada disso tem valor se não houver atitudes, comportamentos condizentes, e Pe. Adi é um exemplo de como tudo isso é possível. Como ele sempre coloca: “quem tem ouvidos, ouça”, poder-se-ia dizer, “quem tem olhos, veja”, e não se pode ficar em silêncio quando o mundo carece de modelos de reconhecimento de que habilidades e dons nos são concedidos por Deus.
Tudo isso poderia ser exemplificado com muitas e muitas ações ao longo destes dezessete anos, mas uma delas fica aqui registrada: no último dia 11/07, dia de São Bento, dia de comemoração da chegada de Pe.Adi em Cajuru, foi celebrada a missa solene em louvor a São Bento, após novena de profundas reflexões, orações, pedidos e agradecimentos, Pe. Adi passou, então, o comando desta celebração para os jovens padres, frutos desta comunidade de fé e oração, e para os padres da paróquia Cristo Rei e Santuário Nossa Senhora de Fátima. Mas onde estava Pe. Adi? Aí é que está, escolheu o trabalho dos bastidores. No lugar do auge da Festa de São Bento, preferiu ficar no anonimato, preparando massa de pastel para a quermesse.
Desculpe tirá-lo do anonimato, Pe. Adi, mas o mundo carece de exemplos de verdadeira humildade. Nossos sinceros agradecimentos a Deus e ao Senhor!
Maria Izabel Gomes Morgado