Home
Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores
 

Cai a vazão de água nas Brotas e Sabesp começa a captar no Cubatão

Da redação
Há uma semana a Sabesp já está captando água no rio Cubatão para reforçar e, ao mesmo tempo, manter o abastecimento da cidade. As duas bombas estacionárias estão captando e mandando para a rede adutora em torno de 150 metros cúbicos de água bruta do Cubatão.
A cada ano, a situação da captação do córrego das Brotas vem piorando, e só para se ter uma ideia, nos últimos anos a queda no reservatório se acentuava a partir da segunda quinzena de setembro. Este ano a queda na reservação de água se complicou a partir do dia 7 de setembro, quando de forma muito rápida, a vazão caiu de 200 metros cúbicos para 50 metros cúbicos por hora.
Em condições normais, a vazão do córrego das Brotas mantém uma vazão de aproximadamente 500 metros cúbicos de água por hora, suficiente para manter o abastecimento de 100% de Cajuru. Ocorre que com a queda, a vazão atual significa menos de 10% do necessário para manter o abastecimento.
A continuar no ritmo que as quedas de vazão no córrego da Brotas e Santa Maria, que formam o ribeirão Vermelho, a partir do Veredas dos Lagos, vem ocorrendo nos últimos anos, ou seja, desde 2014, quando levamos o maior susto com a cidade totalmente sem água, não vai demorar muito tempo para que tenhamos que mudar de estratégia para captar a água que irá abastecer a cidade.
Muito embora o tempo tenha mudado na tarde de ontem com a chegada de chuva, a previsão é de que o grande volume na precipitação que dará uma certa tranquilidade, infelizmente ocorra só a partir da segunda quinzena de outubro. Eis o alerta para que nossas autoridades comecem a pensar e meditar sobre este assunto: ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM CAJURU...