Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Usina Itaipava está com as barragens sem água

Da redação
O maior rio da região está a cada dia que passa com um volume menor de água, e dado a suas dimensões a visão chega a assustar.
É o que acontece quando se chega nas proximidades da barragem da Usina Itaipava na margem de Cajuru e se avista aquele paredão totalmente seco e sem nenhum fio de água descendo, com as pedras todas expostas ao sol.
Só restaram alguns acúmulos de água represada que com o passar dos dias com alta temperaturas irão se evaporar.
Pouco mais abaixo da barragem, a jusante, dá para atravessar o rio sem grandes dificuldades. Já na casa de máquinas da usina que trabalha com quatro turbinas, uma já foi desligada e se persistir a queda no volume de água, nos próximos dias haverá menos força de vazão e consequentemente mais turbinas deverão ser desligadas repetindo assim a situação de 2014 quando todas a turbinas da usina foram desligadas.
Aproveitando a falta de água no paredão a usina colocou funcionários para fazer alguns retoques e reparos na estrutura da barragem.