Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Tradição mantida no dia de Santo Antônio

Padre Agnaldo Assunção abençoou os pães no final da missa das 15 horas

Da redação
Dias de muita oração e festejos. Assim foi mais uma festa em louvor a Santo Antônio que se encerrou na última quarta-feira, 13 de junho e que contou com a trezena que conduziu os fiéis através da oração e a lembrança da morte de Santo Antônio.
Localizado na avenida Major Adolfo Paolielo, o espaço da festa que é composto pela capela e o barracão central da quermesse, carrega consigo a forte e antiga tradição da distribuição dos pães dos pobres que ocorre no local todos os anos, há várias décadas.
Na quarta-feira, dia de Santo Antônio a distribuição dos pães aconteceu no final da celebração das missas que ocorreram no meio da tarde e à noite.
Padre Nivaldo Aparecido Gil, responsável pela paróquia vem desenvolvendo junto com sua equipe o resgate da história da festa de Santo Antônio, quando no passado junto com os pães, era também distribuído carne que os fazendeiros doavam.
De acordo com padre Gil, não se trata do resgate somente da história, mas sim do resgate do espírito de partilha que deve estar presente na vida de todos. Ano passado, 1.600 almoços foram distribuídos no dia de Santo Antônio. Este ano com as doações que aconteceram a pedido do padre, o número subiu para 2.200 almoços que foram distribuídos com o seguinte cardápio: arroz, feijão, macarronada, frango assado, farofa e salada, e ninguém ficou sem comer.