Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Prefeitura vai recolher veículos abandonados na ruas

Com acúmulo de água das chuvas, eles representam riscos de criadouros de mosquitos da dengue

Este é um problema que vem sendo discutido há vários anos. No total são 27 veículos que foram catalogados em péssimas condições e em total estado de abandono espalhados em vários pontos da cidade.
Esta semana o diretor municipal de trânsito Hélio Roberto do Carmo divulgou o início dos procedimentos que estão sendo adotados juntamente com a relação das ruas e dos veículos que serão recolhidos.
De acordo com Do Carmo, tudo está sendo planejado de acordo com a Lei Municipal nº1820 que disciplina o recolhimento de veículos abandonados nas vias públicas. A referida lei, considera veículo em condição de abandono aqueles que apresentam apenas um dos seguintes requisitos: estado de decomposição ainda que coberto por capa ou lona, não possuir placa de identificação, impossibilitado em deslocar-se pelos próprios meios, em visível estado de mau conservação ou sinais de colisão ou objeto de vandalismo, oferecer risco à segurança ou à saúde dos moradores.
Para os casos de proprietários que insistirem em manter esses veículos nas ruas da cidade, o departamento de trânsito utilizará o guincho do DETRAN com as custas das diárias de estadia e remoção correndo por conta dos proprietários e, mesmo assim, para os casos de veículos que não forem resgatados pelos proprietários, após 90 dias os mesmos serão submetidos a um Leilão Público. Parte do valor arrecadado será para cobrir as despesas e o restante revertido para os cofres públicos.
Um outro aspecto importante desta lei municipal promulgada pelo prefeito Luis Estevão em 2013, se refere a questão do combate contra a proliferação dos mosquitos principalmente o Aedes Aegypty, transmissor da dengue. Ocorre que nestes períodos chuvosos, estes veículos em estado de abandono se transformam em verdadeiros criadouros de mosquito, portanto a sua retirada das ruas é também um questão de saúde.
Confira a relação das ruas e os veículos que estão na mira da prefeitura para serem recolhidos:
Rua Acre, 633 – Logus, placa BOJ 4543
Rua Acre, 633 – Caravan, sem placas
Rua Rio Grande do Sul, 1105 – Belina, placa CGZ 5347
Rua Rio Grande do Sul, 1105 – Honda Civic, sem placa
Rua Rio Grande do Sul, 1076 - Paraty, placa BHF 4636
Rua Pernambuco, 1143, Wolks sedan, sem placas
Rua Portugal, 714 – Santana, placa GHM 3333
Rua Espanha, 813 – Kombi, placa BWP 3729
Rua São Paulo, 346 – Van Asia Topic, placa KOZ 2686
Rua Bahia, 387 – Santana, placa BOX 1215
Rua Paraná, 418 – Gol, sem placa
Rua Prof. Raimundo Gioia - Versalles, placa BUY 1360
Av. Getúlio Vargas, 636 – Gol, sem placa
Av. Getulio Vargas, 636 – Corcel, placa CCZ 0825
Av. Getulio Vargas, 636 – Gol, sem placa
Rua Valdomiro Fonseca, 152 – caminhão trator Volvo, placa BXI 8081
Rua Dr. Zezito Palma, 152 – Wolks sedan, placa BJR 7126
Avenida Fonseca, 432 – Brasilia, placa BVA 6103
Avenida Fonseca, 432 – Ford Escort, placa JEZ 3725
Avenida Fonseca, 431 – Wolks sedan, placa BIJ 8514
Rua Pref. Emanuel Meirelles, 82 – Ford Escort, placa BOE 5094
Rua Pref. Emanuel Meirelles, 52 – Gol, placa BJF 3331
Rua Pref. Emanuel Meirelles, 62 – Wolks sedan, placa BVC 8962
Rua Antônio Bernardes Freire, 264 - carrinho de lanche
Rua Mário Tincani Júnior, 34 – Wolks sedan, placa CQT 8403
Rua João Miguel Elias, 651 – Belina, placa CCJ 8381
Rua Santa Izabel, 126 – Corsa, placa BTN 5449