Home
Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

 

Morreu o artista plástico Roberto Bergamo

O artista deixou seu talento impresso nas obras em Cajuru
Da redação
Faleceu, aos 54 anos, nesta quinta-feira, após infarto, o artista plástico, arquiteto, urbanista e educador Roberto Bergamo.
Era de Ribeirão Preto mas vivia em Batatais. Ele trabalhou na região e durante um bom período em Cajuru, ensinando, e deixando aqui parte de suas obras: na rodoviária, nas escolas e Casa da Cultura.
Sua sensibilidade viverá em suas obras, e seus amigos, inconformados, declaram suas qualidades como ser humano solícito, íntegro, competente, inteligente, criativo e talentoso.
O mestre das artes partiu subitamente, assustando a todos. Em sua página, em rede social, publicou obras em arte digital, pouco tempo antes do ocorrido, no dia de sua morte, intitulados “O peixinho medroso” e “As primeiras ramas podadas”. Entre as cores utilizadas, em destaque o azul, a cor do céu, para onde foi morar, tão cedo.
Ao longo de sua carreira, colecionou premiações e homenagens pelos painéis, pinturas, mosaicos, restaurações, retratos, murais, monumentos, artes digitais, mas vale a pena destacar os projetos de arte educação e inclusão social voltados a crianças, jovens e idosos, pois acreditava ser este um caminho para desenvolver a cidadania.