Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Nível do rio Pardo começa a se recuperar

A imagem da tarde de ontem, mostra as águas do rio Pardo voltando a transbordar o paredão

Da redação
Com a chegada das chuvas nos últimos dias, o nível dos rios começaram a se recuperar. E o efeito desta chuva que está caindo em toda a região já foi possível perceber no maior dos rios, o Pardo.
Foram três meses de um período de seca que, conforme mostramos aqui no Jornal de Cajuru, provocou uma queda violenta no nível dos rios fazendo com que a barragem da Usina Itaipava ficasse, pela terceiro ano consecutivo, totalmente sem a água sobrepondo o paredão.
Ver a barragem seca e o nível do Pardo reduzido a alguns metros como registramos nos últimos tempos, é uma cena chocante para quem está acostumado a ver este riozão correndo com sua forte correnteza. Mas felizmente, a partir de agora, com a chegada das chuvas, aos poucos tudo vai voltando ao normal.
VOLTANDO AO NORMAL, isto não poderia estar acontecendo na melhor hora. Não se pode esquecer que dentro de alguns dias os peixes já começam a formar os ovos e com isso a necessidade de desovarem, é o período sagrado do defeso da Piracema que é quando os cardumes começam a subir o rio para a desova. Mas para que isto possa acontecer com sucesso, o nível do rio tem que subir.
As corredeiras que estão localizadas dentro dos mil metros abaixo da barragem da Itaipava, se constitui no ponto mais importante do rio Pardo nesta região. É ali que ocorre a desova das principais espécies de peixes: Piabas, Curimbas, Dourados, entre outros.
Agora nos resta torcer para que as chuvas continuem e com isso aumentando o nível dos rios, garantindo assim subsistência das espécies, um processo que se inicia com a Piracema.