Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Uma palmeira com o dom de anfitriã

Da redação
Ela ocupa um espaço de destaque em nossa charmosa praça do Largo São Bento, há muitos anos.
Com altura entre dez e quinze metros, uma palmeira vem chamando a atenção de muitos cajuruenses que utilizam a nossa praça para momentos de lazer e descanso. Ocorre que, lá nas alturas, a palmeira está dando sustentação a uma árvore de outra espécie que se instalou inicialmente em meio aos galhos e em seguida as raízes, do que se acredita se tratar de uma amoreira, se enrolaram no tronco principal da palmeira.
A tese mais óbvia é de que algum pássaro tenha defecado em um dos troncos da palmeira. Junto às fezes havia sementes de amora que encontraram ali nas alturas o ambiente ideal para germinar, e aos poucos a arvorezinha foi crescendo, se adaptando e se não for retirada, logo logo estará produzindo amoras nas alturas.
Para quem ainda não percebeu a novidade, a bela e imponente palmeira está localizada na parte de baixo da praça central de Cajuru em frente ao posto de combustível do Sr. Milton Camilo e a loja “Casa dos retalhos” da família Torrano.
Por se tratar de uma árvore frondosa e de grande porte, recentemente um casal de tucanos construiu seu ninho entre os galhos da palmeira e dali surgiram três lindos filhotes que hoje certamente estão sobrevoando e embelezando nosso município.
Mas quanto à possível amoreira que está se desenvolvendo entre as folhas da palmeira, alguma coisa precisa ser feita, ou seja, é preciso fazer a retirada da árvore que está crescendo no lugar errado e portanto, prejudicando a vida da palmeira.