Home

Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores

 

Morador de sítio depara-se com jacaré na varanda de casa

O jovem jacaré chegou enquanto ainda estava escuro, preparando uma surpresa para o caseiro logo nos primeiros raios do sol
Rita e Laerte Fraga exibem o crocodiliano que continuará vivendo livre e solto e compartilhando da natureza
na propriedade da família
Da redação
A visita inesperada de um jacaré-de-papo-amarelo de pouco mais de um metro de comprimento aconteceu nesta quinta-feira, no sítio Santo Antônio, de propriedade de Rita e Laerte Fraga, localizada a cerca de quatro quilômetros da cidade, na região da Santa Rita do Óleo.
Era bem de manhãzinha quando o caseiro Jair se deparou com o ainda jovem jacaré transitando pela varanda da casa dos patrões. “Foi um grande susto, uma experiência inesquecível, afinal nunca tinha visto um jacaré de verdade tão perto”, disse o caseiro à nossa reportagem.
Também surpresos, porém sem susto, ficaram os proprietários Rita e Laerte Fraga que disseram já ter visto várias espécies de animais silvestres na propriedade, mas um jacaré eles nunca imaginaram que poderia haver. E há, conversamos com pessoas conhecedoras daquela região que afirmaram ter avistado jacarés em represas e pequenos córregos e riachos que passam por ali, inclusive no rio Cubatão que corre nas proximidades.
Depois de passar o susto, todos concordaram em fazer a soltura do animal ali mesmo, no pequeno córrego que passa nos fundos da propriedade, permitindo assim que o pequeno jacaré continue crescendo na mesma região onde nasceu junto de sua família que certamente vive por ali, e a soltura foi devidamente registrada.
Já tivemos registro da presença de jacarés em outras regiões do município de Cajuru.
Conheça um pouco mais do Jacaré-de-papo-amarelo:
Estes animais crocodilianos vivem em áreas de brejos, mangues, pântanos, lagoas, rios e riachos e tem cerca de dois metros, mas seu comprimento pode chegar até três metros. O ciclo de vida é longo podendo ultrapassar a 70 anos de idade. Sua alimentação consiste de peixes, mamíferos, crustáceos, moluscos e aves de pequenos porte.
O acasalamento do jacaré-de-papo-amarelo ocorre entre os meses de agosto e janeiro e sua época de postura entre os meses de outubro e fevereiro e a eclosão dos ovos ocorre entre fevereiro e abril, cerca de 15 a 50 unidades, e seus ovos podem ser predados por lagartos, quatis e aves, mas a maior causa de mortandade embrionária é causada por ataques de cupins, formigas e fungos. (fonte: Embrapa).