Home
Artigos
Giro Noturno
Contato
Edições Anteriores
 

Justiça condena três vereadores a perda de mandato

Da redação
O juiz eleitoral de Cajuru Mário Leonardo de Almeida Chaves Marsiglia acatou a denúncia do Ministério Público e condenou os vereadores de Cajuru Wilson Alves Martins, José Palâncio Sobrinho e Fernando Jeremias da Costa, todos pertencente ao PDT-Partido Democrático Trabalhista, a perda de seus mandatos e a perda dos direitos políticos pelo período de oito anos.
O que motivou a denúncia do MP, foi o fato de duas mulheres que tiveram suas candidaturas ao pleito de vereadora registrada, porém elas não fizeram campanha e tiveram zero voto, ou seja nem elas votaram em si próprias. Assim sendo, de acordo com a denúncia. o partido não cumpriu com a obrigatoriedade da quota de gênero exigida pela legislação.
Diante da denúncia, um procedimento foi aberto, os acusados foram ouvidos com todos os direitos de defesa, inclusive com depoimentos de testemunhas, até que esta semana, exatamente no dia 7 de março o juiz eleitoral sentenciou julgando procedente a investigação judicial eleitoral.
Muito embora os acusados possam recorrer da sentença, todos os diplomas obtidos pelo PDT no pleito proporcional estão cassados, bem como declarar a nulidade de todos os votos atribuídos ao PDT no pleito proporcional, com o recálculo do quociente eleitoral.
De acordo com um dos acusados, o vereador e atual presidente da Câmara Wilson Martins, várias cidades da região também passaram pelo mesmo problema e todos foram arquivados. Segunda ainda Wilson Martins, as defesas estão sendo preparadas e serão entregues segunda-feira no TER-Tribunal Regional Eleitoral.
O fato é que enquanto o recurso estiver tramitando, os três vereadores continuarão atuando em seus mandatos.